segunda-feira, 26 de março de 2012

Dia do CIRCO - 27 de março

Um pouco da história do CIRCO!

A magia do circo nos remete a algo incrível, nos fazendo viajar na alegria dos palhaços, nas acrobacias dos malabares e na beleza das cores. Relatos trazem que esta arte difundida no mundo todo exista desde a atinguidade.
Na China foram encontradas pinturas com quase 5000 anos mostrando contorcionistas, acrobatas e equilibristas. Os guerreiros chineses usavam a acrobacia como forma de treinamento, já que isso exigia força, flexibilidade e agilidade. Em 108 a.C, em uma festa em homenagem a alguns visitantes estrangeiros, houve uma apresentação acrobática que encantou também ao imperador, este então, determinou que apresentações como esta se repetiriam todos os anos.
As pirâmides do Egito também trazem gravuras com malabaristas. Já em Roma a história do circo foi um tanto quanto trágica. Por volta de 70a.c, surgiu o Circo Máximo, que foi destruído em um incêndio. No lugar onde ficava instalado, foi construído o Coliseu.

Circo no Brasil

Esta arte que encanta crianças e adultos surgiu no Brasil no século XIX, com famílias vindas da Europa. Estas famílias se manifestavam em apresentações teatrais. Os ciganos, vindos também da Europa, apresentavam-se ao público, desmostrando habilidades como doma de urso e cavalos e ilusionismo.
As manifestações artísticas eram de acordo com a aceitação do público, o que não agradava, não era mais mostrado naquela determinada região. Algumas atrações foram adaptadas ao estilo brasileiro. O palhaço europeu, por exemplo, era menos falante, usando a mímica como base, já no Brasil, o palhaço fala muito, utilizando de comédia sorrateira, e também de instrumentos musicais, como o violão.
O público brasileiro gosta das atrações perigosas, como os malabares em trapézios e domadores de animais ferozes. O uso de animais em circo é um assunto polêmico, pois muitas vezes esses animais sofrem de maus tratos.
Atualmente, as atrações circenses são mais modernas e trazem muitas novidades tecnológicas, exemplo disso é o Cirque du Soleil.

Circo Contemporâneo

cirque-du-soleil
Hoje, o circo também tem uma ramificação que é o circo contemporâneo, que é aprendido em escolas, não só de pai para filho como antigamente. O primeira escola de circo surgiu no Rio de Janeiro em 1982, chamada Escola Nacional de Circo. Nesta escola, jovens aprendem as técnicas circenses e quando formados, criam grupos e passam a se apresentar ao público.

Hoje a Nau de Ícaros, o Teatro de Anônimo, o Circo Escola Picadeiro, o Linhas Aéreas, a Intrépida Trupe, os Parlapatões, o Circo Mínimo, os Acrobáticos Fratelli, Patifes e Paspalhões, fazem parte do Circo Contemporâneo Brasileiro.
(Michele Borges)



Algumas sugestões para a sala de aula:

* Contar um pouco da história do circo;
Conversar sobre o circo (Quem já foi?, Quem já viu na TV?, em DVDs?, O que tem no circo? Do que mais gostam no circo?);
* Assistir: XUXA SÓ PARA BAIXINHOS 5 – CIRCO, Patati Patatá, CIRQUE DU SOLEI...;
*  Construir gráficos: de quem já foi ao circo, de qual artista circense gostam mais;
*  Construir com sucatas palhaços;
*  Colorir desenhos relacionados ao circo;
*  Brincar de: acerte a boca do Palhaço? (este pode ser construído pelo próprio grupo)
*  Possibilitar brincadeiras com: bolas, bambolês, cordas, equilíbrio, ... 
*  Produzir um mural com uma tenda de circo e várias figuras (pesquisadas em revistas ou jornais) relacionadas ao circo;
*  Reproduzir uma tenda de circo na sala com panos;
*  Fazer pintura facial nas crianças;
*  Cantar músicas sobre o circo como: 

O Circo da Alegria (Atchim e Espirro)

Chegou, chegou, tá na hora da alegria

Chegou, chegou, tá na hora da alegria

O circo tem palhaço, tem, tem todo dia
O circo tem palhaço, tem, tem todo dia (2x)



Bate no bumbum, bumbum, bumbum

Pula num pé só, só, só, só, só
Tem barata aki, ki, ki, ki, ki
No meu paletó, tó, tó, tó, tó



Tem pipoca, ca, ca, ca, ca, ca

Chupa picolé, lé, lé, lé, lé
E tem abacaxi, não faz xixi
E sua Vovó
Nosso circo é o maior!



Lá lá lá lá, hey! (6x)

La la la la, nosso circo é o maior! 


O circo já chegou  (XUXA)

Vem brincar,que o circo já chegou
Vem sorrir, que o circo já chegou
Vem dançar, que o circo já chegou 
Vamos bater, palmas pq o cico já chegou

Tem muita palhaçada só pra gente ser feliz
Tem foca equilibradando a bolinha no nariz
Tem lindas bailarinas
Na pontinha dos pés 
Pipoca, algodão doce e picolé

Malabaristas
Equilibristas 
O circo já chegou

Vem brincar, que o circo já chegou
Vem sorrir, que o cico já chegou
Vem dançar que ocico já chegou
Vamos bater palmas, pq o circo já chegou

Tem mágico fazendo tudo desaparecer
Surpresas na cartola, tudo issoé pra vc
Tem muitas piruetas
Palhaços de montão
Caindo de bumbum no chão

Trapezistas
Pernas de pau
O circo já chegou

Vem brincar, que o circo já chegou
Vem sorrir, que o circo já chegou
Vem dançar, que o cico já chegou 
Vamos bater palmas, pq o cico já chegou 



sábado, 24 de março de 2012

Sugestões para estudar e trabalhar a "Água" na escola

A semana e o dia da água (22-03) ajudam-nos a lembrar da  sua importância  em nossas vidas e no mundo!

Segue abaixo vídeos sobre a água para assistir com os alunos:
(Eu escolhi os dois primeiros por serem mais apropriado a faixa etária dos meus Pequenos)

video


video


video


video


Algumas poesias sobre a água:

Olha a bolha d'água
no 
galho!

Olha o orvalho!
Olha a bolha de vinhona rolha!Olha a bolha!
Olha a bolha na mãoque trabalha!
Olha a bolha de sabãona ponta da palha:brilha, espelhae se espalha
Olha a 
bolha!
Olha a bolha
que molhaa mão do menino:
A bolha da chuva da calha !

Cecília Meirele



ÁGUA CLARINHA,
QUE CORRE, QUE DESCE,
QUE SOBE, QUE CAI,
QUE É FUMACINHA,
QUE SÃO PEDRINHAS.
QUE MUDA DE FORMA,
CONSTANTEMENTE,
QUE SAI DAS NUVENS.
QUE ALEGRA AS PLANTAS.
QUE SACIA A SEDE,
DE PLANTAS E ANIMAIS.
E A MINHA TAMBÉM.
NÃO FALTE JAMAIS

GRAÇA BATITUCI


Cadê a água?

Cadê o menino que estava aqui?
Foi brincar na chuva.
Cadê a chuva?
Foi pro riacho.
Cadê o riacho?
Juntou-se ao rio.
Cadê o rio?
Correu pro mar.
Cadê o mar?
Está virando vapor.
Cadê o vapor?
Virou nuvem.
Cadê a nuvem?
Virou chuva.
Começou tudo outra vez.
(Alessandra - www.amigosdaleitura@blogspost.com)
(Inspirada neste texto criei ilustrações e montei um livrinho para meus Pequenos colorirem)













Músicas que abordam o tema:

Peixe Vivo

Como pode o peixe vivo
Viver fora da água fria
Como pode o peixe vivo
Viver fora da água fria

Como poderei viver
Como poderei viver
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia

Os pastores desta aldeia
Já me fazem zombaria
Os pastores desta aldeia
Já me fazem zombaria

Por me verem assim chorando
Por me verem assim chorando
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia


Está chovendo! 

Está chovendo! Está chovendo!

O que fazer? O que fazer?

Abre o guarda-chuva,

Abro o guarda-chuva

Pra se esconder,
Pra se esconder.

 Chuveiro, chuveiro!
(Patati Patatá)

Era um menino que não gostava
Pra tomar banho sempre chorava
Brincava muito o dia inteiro
E o no banheiro ele cantava

Chuveiro, chuveiro
Não faz assim comigo
Chuveuiro, chuveiro
Não molha o seu amigo

Lave atrás das orelhas,
E lave bem esse pé!
Lave também a poupança
Porquinho você não é!

Era um menino que não gostava
Pra tomar banho sempre chorava
Brincava muito o dia inteiro
E o no banheiro ele cantava

Chuveiro, chuveiro
Não faz assim comigo
Chuveuiro, chuveiro
Não molha o seu amigo

Lave atrás das orelhas,
E lave bem esse pé!
Lave também a poupança
Porquinho você não é!


Outras sugestões:

Produção de painéis, murais, livrinhos, mascotes, fantoches, bonecos, personagens...;
Pesquisas de figuras e informações;
Ilustração de músicas e textos sobre o tema;
Realização de experiências;
Observação da água em diferentes lugares e estados;
Dramatizações;

(Jackke)







Baú de Fantasias no Infantil I


Baú de fantasias é uma atividade lúdica realizada no grupo do Infantil I  de tempos em tempos com objetivos de: 

 
(imagens apenas ilustrativas)

- Disponibilizar aos Pequenos: roupas, acessórios, sapatos, maquiagens, esmaltes, chapéus, máscaras, fantasias de personagens e animais para que possam: brincar, manipular os objetos, escolher, vestir, e divertirem-se;

- Estimular e desenvolver a criatividade, a imaginação valorizando o mundo do faz de conta inerente à criança;

- Promover interação, vínculos afetivos e de respeito ao outro, através da brincadeira, uso de materiais e objetos coletivamente;

- Ampliar progressivamente a noção de espaço ao compartilhá-lo com os amigos;

- Reconhecer a imagem do seu próprio corpo e dos amigos ao olharem-se no espelho;


- Ajudar a criança refletir sobre ela mesma elevando a sua auto estima;

- Promover experiências de auto cuidado e aos amigos;

- Instigar a expressão oral e corporal por meio das narrativas e imitação promovidas durante a brincadeira;

- Aprender a cuidar e respeitar o material coletivo;

Obs.: Já há alguns anos realizo esta atividade "Baú de Fantasias" como prática pedagógica. Posso garantir que: os Pequenos entram literalmente no mundo da fantasia! Adoram escolher e usar as roupas, sapatos, acessórios, objetos que os adultos usam. As fantasias de bichinhos, princesas e as máscaras também são super aceitas e aproveitadas por eles que querem experimentar todas que estão disponíveis. As meninas ficam maravilhadas principalmente com as maquiagens e esmaltes! É uma experiência muito especial com certeza aos alunos e professoras.
(Jackke)


Andei pesquisando e encontrei ideias lindas de lembrancinhas de páscoa - parte 2!

 

 

Cestinha de páscoa feita em garrafa pet 

 

 


Lembrancinhas de Páscoa 2012 

 

 

 

 
Fonte: http://trocandoideiaspedag.blogspot.com.br/2011/03/lembrancas-para-pascoa.html


 

Novamente agradeço as  minha colegas blogueiras por dividirem seus trabalhos maravilhosos! 
Jackke



domingo, 18 de março de 2012

Menina Bonita do laço de fita!


Adoro os livros da autora Ana Maria Machado, 
em especial este!
 

Para conhecê-lo  assista o vídeo abaixo:

video




Outras sugestões de leitura fantásticas da autora: