quarta-feira, 30 de maio de 2012

CUIDADOS CONTRA A GRIPE INFLUENZA A


Os profissionais da saúde têm algumas recomendações especiais para os cuidadores e professores de crianças e bebês em creches.

Cuidados contra a Gripe Influenza em creches

1. Os cuidadores e crianças devem  lavar as mãos e os brinquedos com água e sabão quando estiverem visivelmente sujas.
2. Os cuidadores devem  lavar as mãos após contato com secreções nasais e orais das crianças, principalmente quando a criança está com suspeita de síndrome gripal.
3. Orientar os cuidadores e professores a observar se há crianças com tosse, febre e dor de garganta, principalmente quando há notificação de surto de síndrome gripal na cidade; os cuidadores devem informar os pais quando a criança apresentar os sintomas citados acima.
4. Evitar o contato da criança doente com as outras. Recomenda-se que a criança doente fique em casa, a fim de evitar transmissão da doença.
5. Orientar os cuidadores e responsáveis pela creche que notifiquem a secretaria de saúde municipal caso observem um aumento do número de crianças doentes com síndrome gripal ou com absenteísmo pela mesma causa na creche.

As medidas acima devem ser somadas as medidas gerais de prevenção e controle de doenças de transmissão respiratória:
  • higiene das mãos com água e sabão (depois de tossir ou espirrar; depois de usar o banheiro, antes de comer, antes de tocar os olhos, boca e nariz);
  • evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies;
  • usar lenço de papel descartável;
  • proteger com lenços a boca e nariz ao tossir ou espirrar, para evitar disseminação de aerossóis;
  • orientar para que o doente evite sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença (até 5 cinco dias após o início dos sintomas);
  • evitar aglomerações e ambientes fechados (deve-se manter os ambientes ventilados);
  • é importante que o ambiente doméstico seja arejado e receba a luz solar, pois estas medidas ajudam a eliminar os possíveis agentes das infecções respiratórias;
  • restrição do ambiente de trabalho para evitar disseminação; 
  • hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, ingestão de líquidos e atividade física.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Sinta-se à vontade para voltar sempre e comentar.
Beijos!!
Jackke

Postar um comentário